10 Milhas Garoto 2014: Etiópia e Quênia ficam com o pódio

Cerca de 8 mil corredores participaram da 25ª edição da prova.

Os estrangeiros fizeram a festa na 25ª Dez Milhas Garoto. Na manhã chuvosa deste domingo (17) no Espírito Santo, o etíope Leul Gerbresilase Aleme e a queniana Delvine Relin venceram a prova, que teve largada em Vitória e chegada na fábrica da Chocolates Garoto, em Vila Velha, após 16.090 metros por ruas e avenidas das duas cidades.

Foto: MidiaSport

Leul completou o percurso com o tempo de 47min19seg, enquanto Delvine marcou o tempo de 57min08seg.  Pelas conquistas, os africanos receberam R$ 10 mil de prêmio. O evento teve um total de 8 mil inscritos, recorde de participantes, superando a marca do ano passado, quando 7 mil corredores estiveram no evento.

O atletismo brasileiro comemorou dois terceiros lugares, com o atleta Daniel Chaves da Silva e a corredora Cruz Nonata da Silva. Daniel marcou o tempo de 48min24seg, enquanto Cruz fez a prova em 57min21seg. Cada um recebeu um carro zero quilômetro por terem sido os primeiros brasileiros a cruzar a linha de chegada.

A chuva foi uma companheira fiel no final de semana da 25ª Dez Milhas Garoto. O domingo começou até que seco, mas a largada aconteceu debaixo de chuva. Isso, entretanto, não foi problema para os corredores, que não perderam a disposição e animação em nenhum momento. As mulheres saíram primeiro, a partir das 7h40, e a briga entre brasileiras e estrangeiras durou apenas no trecho inicial. Delvine e Failuna abriram de Cruz Nonata na final da prova e conseguiram garantir os dois primeiros lugares, respectivamente.

“Gostei muito daqui. O trecho da ponte foi o mais complicado, mas fizemos o que o treinador falou e deu tudo certo. A prova foi muito boa e animação, mesmo com a chuva, foi muito legal”, destacou a campeã, de 22 anos.

Cruz Nonata, por sua vez, estava feliz com o resultado. “Não consegui chegar nas primeiras na parte final, mas deu tudo certo e dentro de nossa expectativa. Um lugar no pódio é muito importante, ainda mais sendo a melhor brasileira no evento e ganhar um carro novo”, declarou a atleta, que confirmou sua presença na Meia Maratona do Rio de Janeiro, em 31 de agosto.

Masculino

A vitória de Leul também foi tranquila. Após um começo equilibrado, o etíope entrou no trecho de subida da Ponte 3, que une Vitória e Vila Velha, decidido a definir a prova. Sem forçar muito, ele acabou abrindo dos demais e completou o trecho plano praticamente sozinho, cruzando a linha de chegada em frente a fábrica da Chocolates Garoto com vantagem de um minuto para o segundo colocado. Foi a primeira vitória de Leul, de 22 anos, na carreira.

“Estou muito feliz. Minhas primeira prova no Brasil e já venci. Procurei seguir as ordens do treinador, que pediu para que não forçasse na ponte. Felizmente,  tudo acabou dando certo. Espero que seja a primeira de muitas conquistas”, declarou o corredor da Etiópia, que escreveu seu nome na história das Dez Milhas Garoto.

Daniel Chaves da Silva, de Petrópolis (RJ), foi o melhor nome do país na evento. O terceiro lugar deixou o atleta bastante feliz. “No ano passado acabei quebrando antes do pedágio. Agora, neste ano, com o término do pedágio, consegui passar”, brincou. “Mas fiz um ritmo legal. Tinha receio do final da ponte, mas me senti bem e segui para a brigar por um lugar no pódio. Fiquei bem satisfeito”, encerrou.

Resultados – Elite

Masculino

1) Leul Gerbresilase Aleme (Etiópia), 47min18seg
2) Joseph Kachapin (Quênia), 48min18seg

3) Daniel Chaves da Silva (Brasil), 48min24seg
4) Richard Mutai (Quênia), 48min47seg
5) Said Juma Makula (Tanzânia), 48min49seg

Feminino

1) Delvine Relin (Quênia), 57min08seg
2) Failuna Matanga (Tanzânia), 57min16seg
3) Cruz Nonata da Silva (Brasil), 57min21seg
4) Natalia Sulle (Quênia), 57min52seg
5) Joziane da Silva Cardoso (Brasil), 58min05seg

Resultados completos e outras informações no site www.25dezmilhas.com.br

Deixe um comentário