Wine Run no Vale do Rio São Francisco recebe 800 corredores

Veja como foi a primeira edição da Wine Run no nordeste.

Casa Nova (Bahia) – O ‘Velho Chico’ serpenteia, sereno e fiel, pelo sertão. Suas águas transformam a aridez da caatinga em verdadeiro oásis de terras cultiváveis. Da mesma forma, a Wine Run se consolida como um novo conceito no cenário das corridas do País. Prova disso é a meia maratona brasileira do vinho disputada pela primeira vez no nordeste na manhã deste sábado (16), no Vale do São Francisco por 800 atletas de 16 Estados. Uma experiência única, harmonizando esporte, turismo e gastronomia. A ‘bebida dos deuses’ é o elemento de ligação.

A região tem belezas ímpares, como as dunas de Sobradinho, o próprio rio, o enoturismo nas fazendas produtoras, tanto em Lagoa Grande como em Casa nova, o Vapor do Vinho e por isso hoje é considerada como a melhor opção de turismo na Bahia. Motivos suficientes para a prova se firmar no cenário nacional.

Foto: Anízio Lopes/Foco Radical

Foto: Anízio Lopes/Foco Radical

Atletas de elite dominam a prova

Logo na primeira edição, a prova nordestina conquistou os corredores, incluindo atletas de elite do Cruzeiro, que fizeram questão de correr mesmo sem premiação em dinheiro ou cachê. Eles dominaram o pódio. Natural de Petrolina, Justino Pedro da Silva conquistou a vitória com o tempo de 1h8min30, seguido pelos colegas no clube mineiro Mercio Silva Ferreira e Giomar Pereira da Silva, segundo e terceiro colocados, com 1h08min57 e 1h11min35, respectivamente.

Foto: Anízio Lopes/Foco Radical

“Fiz uma prova muito boa e quero agradecer as pessoas que fizeram essa bela festa, que serve para incentivar a todos a praticar esporte. Gostei do percurso, com poucas subidas. A tendência é de crescimento. Neste sábado até o clima ajudou (24 graus na largada). Normalmente as corridas aqui são muito quentes e para o nosso padrão estava até frio em função do vento, gostoso de correr”, afirmou Justino, sexto do Ranking CBAt/CAIXA de corredores de rua, que desgarrou dos companheiros de Cruzeiro no km 12 e seguiu sozinho para o lugar mais alto do pódio, desbancado Giomar, que é o líder do ranking.

Pódio masculino – Foto: Anízio Lopes/Foco Radical

No feminino, Mirella Saturnino de Andrada dominou de ponta a ponta e cruzou a linha de chegada com o tempo de 1h22min40. A medalha de prata ficou com Giovana Santos Pereira, com 1h24min50, enquanto Simone Daine Aquino Alves ficou com o bronze, após 1h25min23. “Estou me recuperando de um acidente de trânsito. Fiquei um mês parada, pois fui atropelada quando voltava para casa de bicicleta depois da faculdade. Mas estou bem e ainda posso melhorar meu desempenho. Fiquei muito feliz com a vitória. Pensei que minha vida tinha acabado, mas Deus me salvou e agora tenho certeza de que vou realizar meu sonho de chegar à Olimpíada. A única sequela é o dedo médio do pé direito, que talvez tenha de operar”, contou a atleta natural de Recife e que defende a APA/Petrolina.

Pódio feminino – Foto: Anízio Lopes/Foco Radical

A APA foi a equipe com mais atletas no pódio entre os 10 primeiros na meia maratona. Além de Mirella, a terceira colocada Simone também faz parte da equipe, que teve ainda mais uma corredora no top 10. No masculino, a Associação Pernambucana de Atletismo fez o quarto, quinto, sexto e décimo classificados na Wine Run. E também figurou entre as categorias dupla e trio. Bicampeão da Maratona Maurício de Nassau, Edson Amaro subiu ao lugar mais alto do pódio na dupla masculina.

Foto: Anízio Lopes/Foco Radical

Foto: Anízio Lopes/Foco Radical

A corrida, inédita entre os parreirais da região do Vale do São Francisco, teve largada na Fazenda Fortaleza (Grand Valle), às margens do lago de Sobradinho, às 7h15 e percurso todo realizado no município de Casa Nova, na Bahia. O roteiro híbrido passou ainda pelas fazendas Fortaleza (Grand Valle) e Ouro Verde (Miolo). Ao final, os atletas fizeram uma verdadeira festa, com direito a espumante, música e muita comida para todos.

Foto: Anízio Lopes/Foco Radical

Foto: Anízio Lopes/Foco Radical

Foto: Anízio Lopes/Foco Radical

Os resultados completos estarão disponíveis no site http://www.winerun.com.br/petrolina/

Classificação:

Masculino
1- Justino Pedro da Silva – 1h08min30
2- Mercio Silva Ferreira – 1h08min57
3- Giomar Pereira da Silva – 1h11min35
4- Lucas de Jesus – 1h11min36
5- Moisés Pereira Rosa – 1h13min21
6- Fernando Pericles Santos – 1h15min05
7- Romário Calixto de Carvalho – 1h17min53
8- Cícero Pereira da Conceição – 1h19min52
9- Cícero Justino Nascimento – 1h20min44
10- Ednei da Silva Mata – 1h22min08

Feminino
1- Mirella Saturnino de Andrade – 1h22min40
2- Giovana Santos Pereira – 1h24min50
3- Simone Daine Aquino Alves – 1h25min32
4- Eliene Souza Soares Santos – 1h34min24
5- Juliana Monteiro Mafra – 1h35min52
6- Eliene Florencio da Costa – 1h42min51
7- Daniele Silva Belo – 1h43min46
8- Geralda Adriana Venancio da Costa – 1h44min15
9- Augustinha Lopes dos Santos – 1h46min57
10- Ioleide Carvalho Bagano – 1h47min32

1 thought on “Wine Run no Vale do Rio São Francisco recebe 800 corredores

Deixe um comentário