Circuito Caixa apresenta destaques do Recife em percurso

Percurso da prova do dia 10 de agosto é destaque na capital pernambucana.

Percurso da prova do dia 10 de agosto é destaque na capital pernambucana, que atrai corredores locais e de outros Estados com uma boa variedade de trajetos pelos pontos turísticos da cidade

Foto: Luiz Doro/adorofoto

A ampla variedade de percursos usados por competições como o Brazil Run Series/Circuito de Corridas CAIXA, que terá sua quarta edição na cidade em 10 de agosto, passando por pontos turísticos ou históricos, fez com que atletas locais e de outros Estados redescobrissem Recife por meio da corrida. De acordo com a Federação Pernambucana de Atletismo (FEPA), a estratégia já transformou a capital do Estado numa opção atrativa para os corredores que escolhem o Nordeste como destino esportivo.

“Em Fortaleza, as principais competições de corrida de rua são realizadas na orla de suas belas praias. Nós deixamos de usar nossa orla por algum tempo, e perdemos terreno como polo de atletismo. As corridas na capital eram feitas sempre no mesmo local, por isso não atraíam tantos competidores”, conta Fagner Barros, diretor técnico da FEPA. “Mas esse cenário mudou bastante quando descobrimos novos percursos alternativos, em lugares interessantes. Hoje temos corridas nas pontes que atravessam a cidade (toda cortada por rios, Recife é chamada de Veneza brasileira), na orla das praias como a de Boa Viagem, no Recife Antigo, passando pelo Marco Zero e outras construções históricas. Recife é muito rica em belos lugares.”

Uma das primeiras corridas a explorar novos percursos, o Brazil Run Series/Circuito de Corridas CAIXA estreou no Recife em 2011 com largada no Marco Zero, antigo ponto de entrada da cidade. Desde o ano passado, a prova tem largada diante do Memorial Tortura Nunca Mais, importante ponto turístico que homenageia os mortos e desaparecidos políticos, e segue pela Rua da Aurora, às margens do rio Capibaribe, passando por casarões coloridos do século 19. O percurso também inclui passagens por pontes e pelo canal sob a Av. Engenheiro José Estelita, próximo ao cais.

A própria FEPA oferece sugestões de percursos alternativos e orientações a respeito das competições. O trabalho já rendeu frutos. “Para esta temporada estão previstas entre 80 e 90 corridas, 40 só no Recife”, conta Fagner. “E é importante ressaltar que são eventos de todos os tamanhos, desde os maiores, classificados como Corridas Ouro pela fluxo de competidores, presença de grandes marcas patrocinadoras e a qualidade da infraestrutura, caso do Brazil Run Series/Circuito de Corridas CAIXA, até os menores, chamados de Corridas Bronze por serem internos”.

Inscrições no Recife – Para garantir uma vaga na etapa pernambucana do Brazil Run Series/Circuito de Corridas CAIXA, os atletas devem acessar o site oficial do evento, www.circuitocaixa.com.br, e pagar a taxa de R$ 80,00. Atletas maiores de 60 anos têm direito ao desconto de 50% sobre esse valor.

Realizado desde 2004, o Circuito CAIXA conta com a chancela da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt), e passa por quatro das cinco regiões brasileiras. Depois das provas em Salvador (13/4), Uberlândia (3/5), Campo Grande (11/5), Belo Horizonte (25/5) e Goiânia (8/6), a competição ainda terá etapas em Fortaleza (3/8), Recife (10/8), Porto Alegre (31/8), Ribeirão Preto (11/10), Curitiba (19/10), Brasília (23/11) e São Paulo (30/11). As 12 corridas somam pontos para o Ranking CBAt/CAIXA de corredores de rua. Os dez primeiros colocados no ranking, no masculino e no feminino, garantem o patrocínio da CAIXA para 2015.

O Circuito CAIXA é uma realização da HT Sports, com patrocínio da CAIXA Econômica Federal e co-patrocínio da Centauro e apoio da Nutry. No Recife, conta ainda com o apoio da Prefeitura do Recife, além da supervisão técnica da Federação Pernambucana de Atletismo e CBAt.

Mais informações em www.circuitocaixa.com.br

Deixe uma resposta