Circuito Caixa encerra temporada 2014 em São Paulo

Etapa final da competição, neste domingo (30), terá 44 fundistas entre os principais do País na disputa em frente ao Pacaembu.

Decisiva na reta final da temporada, o Brazil Run Series/Circuito de Corridas CAIXA levará ao Estádio do Pacaembu, neste domingo (30), 44 fundistas de elite, entre eles os primeiros do ranking brasileiro de corrida de rua.

Foto: Luiz Doro/adorofoto

Mas a competição quer encerrar sua 11ª edição com um grande legado social. Com a campanha Pegada do Bem, arrecadará tênis em bom estado para os jovens atletas atendidos pelo projeto Cidadão Olímpico – Correndo na frente, do medalhista olímpico Cláudio Roberto de Sousa. Um grupo de esportistas de várias modalidades, todos diabéticos, fará uma ação de conscientização sobre a prática do esporte no controle da doença. A prova paulistana, com largada às 7 horas e percursos de 5 km e 10 km, ainda terá espaço para portadores de deficiências físicas.

Etapa mais antiga do Brazil Run Series/Circuito de Corridas CAIXA, junto com a de Fortaleza, São Paulo chega à sua 11ª edição. A visibilidade da prova ajuda a atrair ações sociais. E é em São Paulo que a campanha Pegada do Bem terá sua última etapa em 2014. Criada nesta temporada com o objetivo de estimular a prática do atletismo entre jovens carentes, a campanha beneficiou mais de quinze instituições. Em São Paulo, as doações para o Projeto Cidadão Olímpico – Correndo na Frente poderão ser feitas durante a retirada dos kits de participação, nesta sexta-feira e no sábado, até as 17 horas, na loja Centauro do Shopping West Plaza, ou no domingo (30), a partir das 5h30, na tenda de retirada de chip localizada na arena em frente ao Pacaembu. Os tênis arrecadados serão entregues no mesmo dia, durante a cerimônia de premiação aos vencedores.

Herói do Atletismo em São Paulo – Responsável pelo projeto beneficiado em São Paulo, Cláudio Roberto de Souza conquistou a prata nos Jogos de Sydney/2000 com a equipe do revezamento 4×100 m. Hoje, integra o programa Heróis do Atletismo, iniciativa da CAIXA que promove o atletismo entre crianças e adolescentes, por meio da visita dos ex-atletas a escola e outras instituições, durante as corridas. Nesta temporada, Cláudio acompanhou o Brazil Run Series/Circuito de Corridas CAIXA em Belo Horizonte, Fortaleza, Porto Alegre, Ribeirão Preto e Curitiba, e será padrinho também em São Paulo. O ex-velocista dará a largada da prova e fará a premiação aos vencedores.

Novembro Azul – Para combater o preconceito e a falta de informações a respeito do Diabetes, o ultramaratonista Emerson Bisan também promove uma série de ações por meio da Associação do Diabetes Juvenil, a ADJ, da qual é voluntário. Neste domingo, ele e outros 14 atletas portadores da doença, praticantes de esportes como Karatê, natação, triatlon, entre outros, disputarão a etapa final do Brazil Run Series/Circuito de Corridas CAIXA, em São Paulo, como forma de conscientização. A ação aproveita o mês internacional do combate ao Diabetes.

Acessibilidade – A prova paulistana também é uma das mais procuradas por atletas portadores de necessidades especiais, por garantir acessibilidade e segurança aos participantes. Neste domingo (30), estarão entre os competidores um grupo de deficientes visuais que vêm participando de várias etapas do Brazil Run Series/Circuito de Corridas CAIXA. “Sempre escolho provas que prestem um bom atendimento às pessoas com deficiência. Fiquei surpresa ao encontrar, no Circuito CAIXA, pessoas que sabem a língua brasileira de sinais. Me senti acolhida”, destaca a triatleta Raquel Amaral, integrante das equipes Instituito Mara Gabrilli, Assessoria Esportiva Mevilela e ONG Força no Pé.

Consagração – Já na disputa da elite, o encerramento do Brazil Run Series/Circuito de Corridas CAIXA marca a consagração da Luasa Sports, equipe de Taubaté, interior paulista, que será campeã brasileira das corridas de rua nas categorias masculina e feminina. Sivaldo Santos Viana correrá em São Paulo com o título já assegurado. Entre as mulheres, a disputa está bem equilibrada entre a líder Fabiana Cristine da Silva e as companheiras Maria Regina Seguins e Fernanda Raimunda Soares, respectivamente segunda e terceira colocada. “A grande marca da equipe é o fato de estarmos todos unidos, trabalhando em prol do grupo. Por isso, levarei para a prova deste domingo também vários jovens atletas na disputa dos 5 km. Eles dão muita força para o pessoal da elite”, diz o treinador Luiz Antônio dos Santos.

Para pegar fogo – Na reta final da temporada, a etapa de São Paulo do Brazil Run Series/Circuito de Corridas CAIXA terá 44 fundistas de elite. Entre os homens, o destaque é Gilberto Silvestre Lopes, que lidera um grupo de mais seis atletas da tradicional Pé de Vento, equipe carioca de Petrópolis. Entre as mulheres, todas as nove primeiras do ranking brasileiro estarão na briga por pontos fundamentais para a classificação. Joziane Cardoso, também da Pé de Vento, é uma das favoritas ao pódio. O Pinheiros, um dos mais fortes clubes de atletismo do Brasil, terá um trio de representantes na disputa: Andréia Aparecida Hessel, Michelle Cristina das Chagas e Valdilene dos Santos Silva.

Confira também a classificação atualizada do Ranking CBAt/CAIXA, após 25 provas, aqui.

O Circuito CAIXA já teve etapas em Salvador (13/4), Uberlândia (03/5), Campo Grande (11/5), Belo Horizonte (25/5), Goiânia (08/5), Fortaleza (3/8), Recife (10/8), Porto Alegre (31/8), Ribeirão Preto (11/10), Curitiba (19/10) e Brasília (23/11). Presente em quatro das cinco regiões brasileiras, o evento conta com a chancela da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt). As 12 provas somam pontos para o Ranking CBAt/CAIXA de corredores de rua. Os dez primeiros colocados no ranking, no masculino e no feminino, garantem o patrocínio da CAIXA para 2015.

Mais informações em www.circuitocaixa.com.br

Deixe um comentário