ASICS lança linha especial de tênis para campanha de combate ao câncer

A marca lança este mês no país três tênis de sua linha com cores específicas desta iniciativa.

A ASICS anuncia uma campanha para ajudar no combate ao câncer no Brasil. A marca lança este mês no país três tênis de sua linha (GEL-NOOSA TRI 8, GT-1000 E GT-2000) com cores específicas desta iniciativa.

E 50% da renda obtida com a venda destes modelos será automaticamente revertida para o Instituto Brasileiro de Combate ao Câncer (IBCC). E a empresa se compromete a doar o valor mínimo de 100 mil dólares.

“Este projeto teve início na ASICS dos Estados Unidos e nos encantou de imediato. Decidimos replicar a ação no Brasil e estamos muito contentes em poder alertar as pessoas sobre a importância de apoiar o combate ao câncer”, afirma Giovani Decker, presidente da ASICS Brasil.

Os tênis desta iniciativa estarão à venda apenas na flagship da ASICS em São Paulo, e na loja da marca montada durante a Golden Four EXPO de Brasília, evento que antecede a corrida Golden Four ASICS, dia 02 de novembro.

Nesta versão do GT-2000 (preço de R$ 399,90), o modelo terá um “bigode” na palmilha e na lingueta. O bigode é o símbolo do combate ao câncer de próstata e muitos homens o deixam crescer no mês de novembro, como forma de alertar para os testes preventivos da doença.

O ASICS GT-2000 (foto: divulgação)

Já o modelo feminino do GT-1000 (preço de R$ 349,90) é rosa (em alusão à campanha de prevenção ao câncer de mama). Há ainda versões masculinas e feminina do GEL-NOOSA TRI 8 (R$ 499,90) preço de que chama a atenção para o combate ao câncer infantil, cujo tênis traz o laço símbolo da iniciativa bordado na palmilha e no calcanhar do tênis.

O ASICS GT-1000 (foto: divulgação)

O Brasil vem evoluindo no combate aos vários tipos de câncer. Porém, ainda há muito a ser feito. De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), 30 milhões de pessoas terão a doença até 2030 em todo o mundo. Entre os tipos mais comuns estão o câncer de mama, próstata, estômago e colo do útero.

O NOOSA 8 (foto: divulgação)

No Brasil, segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), os tumores na mama e na próstata são os que mais matam mulheres e homens, respectivamente. E de acordo com relatório da revista especializada Lancet Oncology, os novos casos de câncer devem aumentar no país em 38,1% ao longo desta década, passando de 366 mil para 500 mil casos.

Mais informações: www.asics.com.br 

Deixe um comentário