Corredor Viajante – Lúcia Keiko Otakeno – Maratona de Santiago

Prova: Maratona de Santiago 2011

Relato enviado em 11 de abril de 2011

Completei  minha sexta maratona neste dia 03 de abril de 2011 – maratona de Santiago, no Chile.

A expectativa era a de que seria uma maratona muito rápida devido ao percurso sutilmente plano; explico: 5km iniciais de leve descida, do km 6 ao 28 plano com sutil subida  e  o restante plano com leve descida.

Já participei de algumas maratonas no Brasil (São  Paulo, Curitiba, Porto Alegre, SC), inclusive a de NY e o que me chamou atenção nessa maratona de Santiago/Chile,  foi a presença do Presidente , da Primeira Dama e seus Secretários de Saúde e Esporte  na área VIP da largada. Isso vendeu uma imagem de real importância à saúde da população e incentivo ao esporte, gostei de ver!

Quanto a maratona, foi rápida sim, mas todos sentiram bastante o clima seco da região (quase não chove!), compensada pela beleza do céu azul (cartão postal!).

Nos primeiros 15km, havia postos de hidratação a cada 5km, depois a cada 3km, mas foi falha a hidratação. Na verdade é porque eles usaram copos descartáveis de papel, o que dificulta na hora de beber, sem contar que em cada copo só conseguiam colocar uns 100ml; mais que isso derrama na hora em que pegamos o copo.

Completei a prova em 3h44’, não foi minha prova mais rápida, já fiz a maratona de Curitiba (com altimetria muito mais variada) em 3h42’ . Esperava fazer Santiago mais rápido!

Quando fui me alimentar após a maratona, percebi que o céu da minha boca estava  um pouco dolorido e machucado, creio que foi o ar seco durante o percurso.

Então, quem pensa em fazer a maratona de Santiago, vale muito a pena, é bastante organizada, não tem o glamour e a participação de torcidas ao longo do todo o percurso como em NY, mas tem uma torcida animada e receptiva em alguns pontos, um percurso lindo, cujo pano de fundo é a Cordilheira dos Andes, bem arborizado e plano. Recomendo hidratação máxima no dia anterior!

1 thought on “Corredor Viajante – Lúcia Keiko Otakeno – Maratona de Santiago

Deixe um comentário